sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Diversão a parte, nada de mais para o universo de Star Wars

Três anos depois do último filme ligado ao mundo de Star Wars chegar aos cinema (caso não saiba do que estamos falando - seu herege.... - o filme é Episódio III - A Vingança dos Sith), a saga intergaláctica mais famosa de todos os tempos ganha mais uma produção!!!!!!!!!
Empolgação a parte, Star Wars - The Clone Wars estreou hoje nos cinemas. Dessa vez, os produtores apostaram na computação gráfica para dar vida a todos em torno das aventuras e desventuras dos membros da família Skywalker.



A história é simples: Em meio às Guerras Clônicas, que um conflito civil entre os Separatistas e seus robôs e a República, o jedi Anakin Skywalker recebe a inesperada missão de treinar a jovem Ahsoka Tano, sua padwan. Contando com a ajuda de Obi-Wan, Yoda, Senadora Amidala, entre outros personagens, a nova dupla (acima) de mestre e aprendiz terá de ir em busca do filho do crimonoso Jabba, o Hutt. O "fedidinho" foi sequestrado e os jedis precisam resgatá-lo para que possam utilizar uma importante rota comandado por Jabba.




O longa apresenta ao público uma nova personagem - a carismática Ahsoka - e dá espaço para outros que são conhecidos apenas pelos fãs da cria de Geroge Lucas. É o caso de Asajj Ventress (acima), personagem popular no mundo expandido de Star Wars, mas que nunca teve peso na trama cinematográfica.

A produção, dirigida por Dave Filoni, (responsável por dirigir episódio de desenhos animados da televisão), tem o roteiro de Henry Gilroy. No elenco de vozes, destaque para a participação de Samuel L. Jackson, Christopher Lee e Anthony Daniels, reprisando, respectivamente, seus papéis de Mace Windu, Conde Dookan e C-3PO na cinessérie.

A animação é bem divertida, recheada de brigas, batalhas de naves e de sabres de luz e tudo mais, mas pouca acrescenta a trama iniciada em 1977. Quem for ao cinema é, sem dúvida, uma boa opção. Não se preocupe em encontrar voltas milaborantes no enredo e "cenas chave" para a história de Anakin.

Ele revela muito bem sua missão: ser uma grande apresentação da série animada que estréia ainda este ano nos EUA e, quem sabe, no Brasil em 2009. Os 90 minutos de aventura nada mais é do que os três primeiros episódios da novo projeto condensados.

Enquanto esperamos pela aguardada série, o público pode se contentar com o filme.
See You In The Other Side....

2 comentários:

El Cabrón disse...

Essa coisa de querer faturar em cinema o que foi feito pra TV só traz mau agouro.

O desenho tem sido massacrado por toda critica! N˜åo é a toa....apresentado com longa no cinema, é assim que ele será julgado!
Eu sendo fã da série, gostei, mas n˜åo poupo das criticas merecidas: NAO TEM CLIMAX!

A linha narrativa segue em linha reta e nao causa espanto nenhum!

Unica trama bem construida é o Rex cercado!

Tirando isso, nem as lutas de sabre agradaram muito!

Uma lástima!

Luís Felipe 'Lipera' disse...

Tb concordo!!

O seu grande problema foi ter chegado aos cinemas como um produção cinematográfica, mas essa não é sua função.

Tb acredito que a utilização da computação gráfica seria uma boa oportunidade de explorar mais a capacidade das grandes batalhas de sabre contra sabre....

Para o público em geral: se divirta sem medo
Para o fãs de star wars: não espere grandes coisas